Nesse mês de setembro, o premiado pianista radicado na Holanda Luís Rabello retorna ao Brasil para mais uma série de concertos. Dessa vez, o músico passará pelos quatro estados da região Sudeste e levará seu talento e versatilidade para plateias de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Vitória e Piracicaba.

Nos recitais, o pianista apresentará um programa de grande virtuosismo, que será iniciado por 3 sonatas de Scarlatti e incluirá dois pilares do repertório pianístico: a Sonata Apassionata de Beethoven e a Sonata No 8 de Prokofieff. Ao fim da turnê, o pianista será o solista da Camerata de Cordas da Orquestra Filarmônica Jovem de
Piracicaba.
Profundo pesquisador da obra de Radamés Gnattali, Luís Rabello dedica-se com afinco à pesquisa da obra do compositor. Recentemente lançou um cd com peças para piano solo de Gnatalli e em 2016 realizou a estréia do Concertino No 1. Escrito em 1942, este concertino encontrava-se inédito desde então e a sua primeira apresentação foi realizada por Luís Rabello em Belo Horizonte, junto à Orquestra Ouro Preto, sob a regência do maestro Rodrigo Tofollo. No dia 01 de outubro, será realizada a segunda audição da peça, onde Rabello será o solista da Camerata de Cordas da Orquestra Filarmônica Jovem de Piracicaba, sob regência do maestro Anderson de Oliveira.
Carioca e nascido em uma família de grandes músicos, Luís Rabello tem sido reconhecido no Brasil e no exterior por seu talento musical. Apelidado pela imprensa espanhola de o “Embaixador da Música Brasileira”, o pianista tem se apresentado com frequência em diversos países como Alemanha, Bélgica, França, Suíça, Itália, Portugal. No Brasil, apresentou-se como solista das principais orquestras do país, com destaque para as Sinfônicas Brasileira, de São Paulo e de Porto Alegre.